Lembranças de uma agonia

11

Vinte minutos, é o tempo que dura.

É quando na radio toca a nossa musica, é a hora em que me deito para dormir, é o seu perfume fica impregnado na minha almofada cinza.

Clichê.

Caso psiquiátrico.

Só sabe que dói.

Os motivos já foram tantos, que hoje não são mais.

Só dói… queima o rosto, dói a cabeça, dói o joelho, dói o fio de cabelo, dói o coração, dói o dente.

Dói tudo.

Dói porque?

Porque está tudo consternado, tudo uma balbúrdia.

Dói porque já foi, passou, acabou, esvaziou, secou, azedou… Arde porque não arrepia mais, não é singelo, porque tudo sai em uma metáfora.

A dor e a tristeza.

Motivo porque não te enxergo mais… motivo porque ainda te sinto.

Viviane Correa

Anúncios