Os desejos dela

tumblr_mf3tzmAuwb1ro9q8oo1_500

A mulher de preto já tinha passado pelos namorados possessivos, por amores que nunca existiram e sonhos impossíveis. Os traumas amorosos já são passado, e ela está preparada para encarar um amor. Um novo amor, sabe? Daqueles reais, sem os truques e fantasias de uma paixão. Um amor concreto, mas que seja poético o suficiente para fazê-la levitar.

Ela não procura um príncipe com uma beleza surreal, que possua um cavalo e tenha os dentes brancos. Ela quer apenas uma pessoa que compartilhe o guarda-chuva em uma tempestade, e que empreste o paletó depois de uma balada para ela não ficar com frio. Não importa a cor, o rosto e o tamanho. Aquela mulher sabe que o amor não possui olhos, o homem só precisa fazê-la suspirar: de amor e, é claro, de tesão.

Procura-se um amor para compartilhar e não para doar. Ela aprendeu que não se entrega nada para amar, você compartilha um mundo totalmente diferente. Um lugar que só cabe dois… por enquanto. Isso porque ela quer seus filhos um dia brincando no jardim desse lugar que não possui mapa. Um menino e uma menina, que puxem seus olhos grandes. E uma hora, quando perceberem, esse mundo se transformará em família.

Chega de grandes loucuras, ela quer um amor sussurrado para não espantar tudo que há de bom em volta dela. Quer as sutilezas, os detalhes e o contorno que existe nesse sentimento. Não precisa ser poeta ou alguém com respostas prontas, ela quer alguém que seja sincero em suas palavras, simplesmente isso.

Haverá outras ilusões pela frente, mas nenhuma delas fará com que essa mulher chore. Ela prometeu a si mesma que nenhum vagabundo merece a sua dor e é isso que a torna preparada para um amor de verdade. Talvez, demorará anos para achar esse cara, mas ela não se importa de esperar décadas ou vidas para encontrá-lo, pois sabe que por amor tudo vale a pena.  Ela já não é mais uma garota, ela é uma grande mulher com seus próprios desejos. E o que ela deseja? Que a vida a surpreenda pelo menos uma vez.

Thiago Banik, publicado em: http://isabelafreitas.com.br/