Teus sorrisosterapia

sweet-couple-images

Espero que você não leia esse texto, mas, se por acaso leres, bem… Pode se gabar, pois tu és dona do sorriso mais lindo desse mundo. Você não sabe, mas o motivo por eu ser tão bobo contigo é por adorar teu sorriso. Ele tem a capacidade única de transformar meus dias, em melhora-los. São doses nada homeopáticas que cativam o melhor em mim.

Você também não sabe, mas, por uma fração de segundos, o mundo para um tempo para admirar teu sorriso. Sabe esses livros de colorir que estão na moda? Dizem ser terapia. Vou te confessar: minha terapia é teu sorriso. Ele da cor ao meu mundo. Uma aquarela de cores que até então eu não conhecia. Entre tantos sorrisos que tu esbanjas, tenho três como meus preferidos. Tem aquele para momentos raros em que tu sorris e franzi os olhos. E só de te ver sorrir eu começo a sorrir. Não depende de mim.

É simplesmente uma reação ao teu sorriso. É natural. Sincero. Contagiante. É meu desejo ser o causador desse sorriso pelo resto de nossas vidas. Outro é aquele teu sorriso “falsinho”. Que não deixa de ser lindo. Esse sorriso que tu dispara quando eu te peço um sorriso. Que leva o nome “falsinho” mas carrega com ele toda a verdade dum momento, carregado de sentimento. O último, mas não menos importante, é aquele que nunca vi, somente ouvi. É o sorriso em meio ao nosso beijo de esquimó. Quando nossos narizes (também adoro teu nariz arrebitado <3) se tocam, nossos olhos se fecham e eu ouço uma deliciosa risada.

Não preciso vê-lo para ter certeza da sua beleza. Faz algumas horas que não te vejo e não consigo parar de pensar no teu sorriso. No quanto ele faz falta no meu dia-a-dia.

Que um dia sem um destes três sorrisos é um dia não. Então vêm logo sorrir e tornar esse dia num dia sim.

Eduardo Papke Rocha

Me encharquei de você

tumblr_lxdhs1hzjz1ql9lweo1_500

Hoje choveu; e meu peito deixou de ser aquele deserto em que amor nenhum vingava. Eu não estava com meu guarda-chuva para me proteger de amores instantâneos. Havia esquecido em casa a capa de chuva contra expectativas. Sequer calcei as galochas para não me inundar de você. A previsão do tempo que há em meu peito não me avisou de você. Foste feito chuva de verão: Pegou-me desprevenido. Eu demorei a entender que o amor acontece desta maneira: quando menos esperamos. Por muito tempo eu insisti em arriscar a previsão e agora entendo o motivo de nunca acertar. Se fosse obvio e programado, não seria amor. Nunca saberemos se aquele beijo poderá levar a algo mais sério. Ou se o rolo de meses finalmente vai dar em namoro. Se preparamos um café ou nossa vida. Se ela vai ou fica de vez. Não sabemos. Não existe exatidão quando tratamos de sentimentos. É feito o tempo, hoje esta chovendo, mas e amanha? Quem sabe? Eu não sei, mas agora que a chuva me trouxe você eu cruzei os dedos para que minha sorte mudasse; pedi que você ficasse para a estrela cadente que passou; fechei os olhos e orei aos céus para que dessa vez fosse diferente, porque eu sinto que você é diferente. Foi por você que eu tenho esperado e agora que encontrei não quero perder. Não sei se combinamos meteorologicamente. Eu sou primavera e você? Mas onde está escrito que precisamos combinar? O que tu achas de bagunçarmos de vez as estações previamente estabelecidas? Vamos fazer do nosso inverno um verão. Colorimos o outono cinza com a primavera. Podemos tornar o clima instável e viver uma historia sem precedentes meteorológicos. Eu não sei como será o dia de amanhã, mas deixarei de lado meu guarda-chuva e irei me ensopar. Afinal, quem esta na chuva é para se molhar.

Eduardo Papke Rocha

Em cartaz

tumblr_lz70awAQE01r1yu01o1_500

Você disse que não quer reprisar o passado. Que decorou as falas desse filme. Que tem medo da nossa relação ser apenas uma refilmagem de tudo que já viveste. Uma versão repaginada do sofrer. Peço que deixe a desconfiança de lado.

Acredita na nossa história, essa que sequer começou. Leia o script. O que achou da personagem? Só consigo pensar em ti pra contracenar comigo, mas com uma condição: não leve a bagagem que tu carregas pro set de filmagem. Esse baú repleto de retalhos do passado. Que te impede de se entregar a personagem. Que te prende ao passado feito âncora. Viver no passado pode acabar estragando o presente.

Aceita esse novo papel. Peço que leia o roteiro e considere a proposta. A trama parece boa. Um jovem casal formado por um desses tantos aplicativos que propõem encontros casuais. Caminhos opostos e personalidades conflitantes. Destino incerto e um amor inesgotável entre ambos. Alguns obstáculos pra superar e muitos sonhos a realizar. Clichê?! O final feliz só depende de nós.

Aceita, quero ler teu nome quando os créditos subirem. Quero dividir o camarim contigo. Errar a cena só pra estender o tempo contigo. Quero estar ao teu lado na noite de estréia. Quem sabe receber uma indicação da academia por melhor roteiro original. Em relação ao teu passado: histórias não se repetem. Mudam-se os protagonistas e coadjuvantes. Cenários e circunstâncias. Cada um carregando seu próprio infinito de possibilidades e aleatoriedades. Então não espere de nós aquele filme desbotado que te fez sofrer.

Contracena comigo nessa vida.

Eduardo Papke Rocha

Estaciona logo

tumblr_nonfpgXaCq1sy2geto2_500

Estaciona aqui. Eu te ajudo e dou as dicas pra facilitar. Confia, conheço cada centímetro dessa rua. Não te preocupa com o guarda de trânsito, pode deixar que contarei nossa história pra ele e não haverá multa alguma. Ele não vai resistir. Em última instância apelo pro teu sorriso, duvido ele não se render. Ajusta teu retrovisor e cuidado com o meio-fio. Por via das dúvidas coloca o cinto. Quero garantir o que sinto agora pro resto da vida. Não quero dar chance ao azar logo agora que te encontrei, ou foi você que me encontrou? Não importa, você a melhor surpresa que a vida poderia me reservar.

Ignora essa placa que diz: proibido estacionar. Coloquei ela ali pra não mais sofrer. Pensei até em interditar a rua. Por medo. Medo de reviver tantas desilusões, tantas amarguras, tantos desamores. Tanto. Ignora e manobra. Desculpe o calçamento pedregoso e esburacado, você não tem ideia do que essa rua já suportou… Ah, o limite de velocidade é esse mesmo: 40 km/h. Lento pra viver o hoje. E deixa o amanhã pra próxima esquina. Por tanto tempo eu não soube o que quis, mas agora que você surgiu eu tenho certeza. Dessas certezas que nos abrem os olhos pro sentido da vida. E descobri: É por você que tanto esperei – e não me importo em esperar por mais alguns minutos. – Desvira um pouco a direção. Estaciona logo. Essa vaga é tua. Sempre foi.

Eduardo Papke Rocha

 

Uma noite contigo

tumblr_mjdcduwoWe1qccq83o1_500

Coloque no papel e me diga, o que você tem a perder? Sério que você ainda insiste em se auto-sabotar? Posso te garantir que ao dizer não, você estará perdendo toda uma historia, que poderia muito bem ser linda. Uma historia em que protagonizaríamos da maneira mais bela que conseguirmos viver. Não posso garantir aquela final feliz de cinema ou viveram felizes para sempre dos contos de fadas, mas prometo te dar motivos para sorrir e toda forma de amor que houver nessa vida, e nas outras também. Eu não te conheço o suficiente, mas precisaria apenas de uma noite contigo. Uma noite num hotel de beira de estrada. Em que vamos rir do tapete amarelo-cheguei e reclamar à gerência da cortina cheirando a fumaça. Assistir um romance qualquer na velha TV de tubo e discutir que tipo de pessoa decoraria um hotel com esse papel de parede. Uma noite em que você vai adorar meu perfume barato e eu descobrirei o quanto tu és ‘friolenta’ e ladrona de cobertas. Nós podemos pular toda aquela baboseira inicial de namoro. Você não precisará agradar meus pais. Eu não preciso daquele jantar de apresentação pra tua família, em que certamente ficarei encabulado. Mas precisamos fazer uma visita para nossas tias que sempre nos perguntaram: e os namoradinhos(as)? Recalque? Talvez, ou apenas queremos demonstrar a todos o quanto estamos felizes, juntos. Inclusive a nossas tias impertinentemente chatas. Eu já te disse que esse jeans preto fica lindo em ti? Que tu ficas linda com cabelo solto e natural? Que o mundo inteiro para por alguns instantes para te ver sorrir? E por falar em sorriso, você sabia que teus olhos se fecham quando tu sorri? Dificilmente vou conseguir traduzir em palavras o que sinto por ti. É simplesmente a maneira com que você me faz sentir e que ninguém mais consegue. Você nem me conhece, mas com um piscar de olhos sinto que sabe tanto sobre mim.

Eduardo Papke Rocha

Perdão

ec22

Quando nosso laço se desfez, esse que juramos ser eterno, parei para pensar quantas palavras te diria. Talvez só uma: Perdão. Não sei bem o motivo e porquê, mas perdão. Perdão pela confiança que te dei. Perdão. Perdão se te beijei da maneira errada. Perdão. Perdão se tudo que te dei foi pouco. Perdão. Perdão pelos risos e gargalhadas que causei. Perdão pelas noites sem destino, as noites à beira mar, as noites na cama, as noites a falar. Perdão pelas manhãs sonolentas, as manhãs preguiçosas, as manhãs carinhosas. Perdão pelo ciúme desmedido, a compulsividade insuportável, os sermões chatos, os dramas em excesso. Perdão pelas promessas, os segredos ao pé do ouvido. Perdão pelos beijos na testa, os beijos na boca, os beijos pelo corpo inteiro. Perdão pelo primeiro abraço na calçada, o abraço na praça, o abraço na cama, o abraço no carro, o abraço na beira da praia, o abraço apertado e o abraço eterno. Perdão por este texto, estas palavras e as que ficaram por dizer. Perdão se tu foste e eu fiquei.

Eduardo Papke Rocha

Se ontem chorei, hoje te agradeço

images

Hoje te escrevo em forma de agradecimento. Apesar da distancia entre nós, quilométrica e sentimental, saibas que tenho um carinho enorme por ti, proporcional a nossa distancia. Foste tu, e mais ninguém, que me despertaste pra vida. Tu, essa aquarela de um metro e quarenta e oito, coloriu meu mundo, deu sentido a ele, quando eu não mais esperava. Você foi um marco na minha vida, e posso dividi-la entre antes e depois de você.

É claro que te esquecer não foi nada fácil, perdi a conta de quantas noites passei em claro e quantos oceanos chorei. Confesso que na época te odiei o quanto foi possível, até o ultimo fio do teu cabelo encaracolado. Para você ter ideia do quanto andei sofrendo, saiba que apelei até para estes cartazes que prometem o seguinte: Trago seu amor de volta em sete dias!

 Acho que a resposta você já sabe. E, apesar de tudo e sobretudo, estou aqui, te agradecendo por entrar na minha vida e mostrar as coisas mais lindas que já vivi. O tempo me ensinou que você não vai voltar. Cabeça dura que sou demorei para aprender. Se te esquecer fosse uma disciplina, certamente eu reprovaria algumas vezes. Assim como eu, seguirás teu caminho.

Espero, com toda sinceridade do mundo, que você encontre alguém para te acompanhar, mesmo que seja por um curto período de tempo, assim como eu fui. Vou seguir meu caminho, tendo a certeza que graças a você hoje eu sei por onde andar. Por muito tempo você foi bussola na minha vida. Por muito tempo você foi tudo que eu tive. No fundo, bem la no fundo, eu sabia que em algum momento você partiria, eu só não me conformava.

Ter a certeza de que nós não seria eu + você me causava um aperto no peito. Me fazia crer que ser igual ao Tom dez segundos (do filme Como Se Fosse a Primeira Vez) seria uma boa alternativa. Naquela época eu não me imaginava sem você. Sem teus treze diferentes sorrisos, os olhares que falavam, as manias e manhas e aquele coque lindo que só tu sabe fazer. Foi você quem me estendeu a mão e pediu para confiar. Hoje vejo que você foi uma perda necessária, pois te perdi para me encontrar.

Se me encontrei? Estou indo bem. Aprendi a pedalar sem as rodinhas. Vez ou outra me desequilibro, acontece. Então aqui vai: MUITO OBRIGADO!

Eduardo Papke Rocha

Não tinha final feliz na feira?

tumblr-photography7

Viver é como cozinhar. Interpretar a receita e arregaçar as mangas. Ingredientes: Algumas pitadas de drama, felicidade em excesso, amor a gosto e aquele final feliz pra encorpar. Coloque tudo na panela e cozinhe sob fogo baixo. A receita não te disse, mas você mexeu pra não pegar no fundo? Acabou exagerando nas pitadas de drama? Confundiu o tempero da felicidade com a tristeza? O amor tava maduro demais? Na feira não tinha final feliz? Eu sei, não ficou da maneira que você imaginava. Leve como aviso: NUNCA fica. Nunquinha. A receita é apenas um roteiro, te dá um norte. Cabe a você adaptar à sua maneira. Ao seu gosto. Não desiste não. Limpa essa bagunça e começa do zero. Aproveita que o avental tá sujo, só não repete os mesmos erros.

Eduardo Papke Rocha

Das tuas perguntas

57285-Beach-Couple

“O que eu tenho de tão especial?”, é tua pergunta favorita. Diariamente tu a repetes. Incansavelmente, como se sofresse de amnésia ou coisa do tipo. Minha resposta difere dia-a-dia. Porque a cada dia descubro uma nova forma de me apaixonar por ti. É surpreendente tua capacidade de se reinventar. Tu parece um quebra-cabeças interminável, quando acho que já te desvendei tu aparece com alguma surpresa apaixonante. Não sei teu signo, mas tu não te encaixas em nenhum deles, tu és um mistério que mistura o zodíaco inteiro e a cada dia mostra um lado diferente. Entenda: ao teu lado até o campeonato árabe de peteca se torna num evento imperdível. É tua companhia que quero pra minha vida, tornando cada um dos meus dias inesquecíveis. Me apaixonei pela complexa soma de características (das comuns às mais bizarras) que fazem com que você , sem dúvida, seja um exemplar único. Porque só de te ver eu já começo a imaginar o nome dos nossos filhos e se tu vai querer cortina ou persiana.

Eduardo Papke Rocha