Se eu fosse sua amiga

tumblr_mcxyfdwQmN1r4gzw3o2_500

Eu não te conheço, não sei quem você é, mas se eu fosse tua amiga eu te aconselharia a esquecer a história que você viveu. Não foi real, foi momentânea. Acontece. Aconteceu nesses últimos tempos com uma amiga minha, eu a aconselhei a esquecer, passar uma grande borracha e encarar os fatos.

Você viveu a história, ele não. Ele estava com a cabeça em outro lugar, em outra, em outras. Você não sabe da missa a metade, você não sabe o que passa na cabeça daquela criatura que te encantou, ele menos ainda na sua, a não ser quando você o procura e se abre para uma nova tentativa, e ele nem se quer lê suas mensagens direito.

Essa minha amiga está até hoje tentando buscar respostas para as perguntas que ficam com 2 tiques azuis no whatsapp, o cara não responde. Aí ela inventa. Inventa todas as possibilidades mentais do que aconteceu para que ele tenha a deixado no silêncio. Fica buscando em seus defeitos os argumentos para o fim do romance inexistente. Fica horas xeretando as redes sociais da pseudo-nova-garota e caçando assunto para ver o que ela pode ter de melhor que “essazinha” como ela mesmo denomina. Mas não acha. Só acha o que a verdade pode dizer. O que a nova garota é, aparentemente o numero ideal para o cara.

Fazer o que? Não era pra ser seu. Não era para ser da minha amiga. Aliás, nunca é, porque ninguém é propriedade de ninguém, mas em seus devaneios ele era o príncipe encantando dos tempos modernos. Vai pra balada, tem amigos, é descolado, bebe e não te cobra. Ah, ele não te cobrava nada né? Poxa, igualzinho o cara da minha amiga. Parecia tão perfeito. O cara ideal. Mas a cabeça dele vive outra história. O da minha amiga se encontrava na oitava série, é, ele reencontrou uma conhecida da escola que ele foi apaixonadinho e tomou um toco. Anos depois, só a via na timeline do facebook, um dia resolveu xeretar as fotos dela, deu uma chuva de like, e começaram a se falar. Eles tinham tanto para conversar que o jantar virou até café da manhã, esse tipo de intimidade que se tem durante anos, que não poderia comparar com a intimidade dele e da minha amiga.

Coitada da minha amiga criou uma história na cabeça e viu que ele terminou o final de semana com a amiguinha da oitava série. Intimidade existe, e é um dos itens eliminatórios na escolha da “garota-que-vai-ocupar-o-lado-dele”. Eles não anunciaram nada sobre o reencontro e o romance, mas parece que em épocas de redes sociais as coisas não conseguem ser escondidas por muito tempo, ele deu check in no restaurante que ela postou a foto no instagram, nessa altura do campeonato uma stalkeada já liga os fatos e tudo tá respondido. Tá vendo querida, se eu fosse tua amiga, te aconselharia a nem olhar o que esse moço anda fazendo. Por que se ele for que nem esse boy da minha amiga, só uma coisa tenho pra lhe dizer, ele sempre foi apaixonado pela garota da oitava, estava só esperando a chance.

Mas o problema não é da minha amiga, ela que se meteu na história mal resolvida, como ela poderia adivinhar que estava num campo do coração minado? Fuen. Mas ó, fica bem, tem sete bilhões de pessoas no mundo, se 1% te agradar e for do sexo que você deseja, cê tá feita. Tem uma fila de boy querendo alguém como você, como minha amiga e como eu.

 Ana Albanez, publicado em: http://www.revistacatwalk.com.br/

Anúncios