Carta sobre o dia dos namorados

DSC_0832-lighter

Não se trata de um dia.

Vamos começar por aí, minha querida. Não meu amor, eu não estou sendo irônico. Você é mesmo minha querida e me arrisco dizer, é também a única pessoa que me fez querer ser “querido” por alguém.

Mas eu precisava escrever essa carta, precisava e ainda preciso e só estarei satisfeito quando chegar ao fim dessas palavras. Quero dizer que você não precisa ficar desesperada e fazer de tudo para esse dia ser perfeito. Ele já começou a ser perfeito logo de manhã, quando olhei para a sua foto na cabeceira da minha cama e por um breve momento, me perguntei quem era essa jovem linda que estava embelezando meu quarto. Então fiquei feliz e surpreso ao perceber que era você… Já imaginou isso? Acho que nunca te contei, mas todas as manhãs você me deixa surpreso, porque você sabe né, normalmente quando eu acordo demoro alguns minutos para me lembrar quem sou e o que estou fazendo.

Uma vez li uma história na internet que falava sobre um homem que traiu sua mulher. Ele estava na fila do mercado e viu uma mulher de costas conversando com a atendente. Ele viu como essa mulher ela linda e a desejou por um momento, então, depois que ela se virou e ele pôde ver seu rosto, ele percebeu que a bela mulher se tratava da sua esposa. Até hoje a esposa dele não sabe sobre o dia que ele a traiu bem nas suas costas. Fico pensando se eu faria a mesma coisa com você, ou se você faria a mesma coisa comigo. O que me leva para o início dessa carta.

O dia dos namorados é especial porque faz a gente perceber se estamos ou não com a pessoa certa. Que nos faz refletir sobre tudo o que passamos com a pessoa, tudo o que vamos e o que podemos passar com ela. Sobre as coisas que QUEREMOS passar ao lado da pessoa e o que não podemos evitar passar. Sendo bom ou ruim, mesmo acontecendo tudo isso, você ainda deve se perguntar no fim do dia: Eu ainda a amaria?

Eu amaria sua neurose, suportaria seu ciúmes, aguentaria sua ansiedade, defenderia seus sonhos? Eu a veria todos os dias do mesmo modo que via no primeiro dia que me apaixonei? Essa pessoa ainda seria aquela que ocuparia meus sonhos? Que ocuparia boa parte do meu futuro, senão todo ele? Esse dia serve para aproveitarmos com todo o amor que temos, mas acima disso, serve para refletirmos tudo o que passamos ao lado dessa pessoa e o que ainda podemos passar. Aliás, nós queremos passar por tudo isso?

Se a resposta for sim, então você está com a pessoa certa. Se você, mesmo depois de ler essa carta, ainda responder não para algumas dessas perguntas. Não fique assustada. Não pense em terminar, até o final dessa carta, ou quem sabe, até o final dos nossos dias, ainda farei você dizer sim. Pois não é para isso que serve o dia dos namorados? Nos lembrar de como fazer a pessoa que amamos dizer sim?

Kézia Martins, publicado em: http://www.namoradacriativa.com/

 

Anúncios

One thought on “Carta sobre o dia dos namorados

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s