Recomeçar é preciso, e admitir os erros também.

tumblr_lvbvjln5yq1r7p73uo1_500_large

“Nunca me arrependo de nada que eu faço/fiz.” – A frase mais falsa que já escutei.

Cada vez mais as pessoas vão sentido a necessidade de firmar para os outros certezas que nem mesmo elas têm. Preciso dizer que: a gente se arrepende sim. E que egoísmo seria da nossa parte não admitir os próprios erros e ainda usá-los como porta-bandeira para justificar o início de um novo caminho, momento ou “qualquer outra coisa que exija uma falsa autoafirmação”.

A gente se arrepende – claro que sim, e quase nunca fala sobre isso, mas continua caminhando, dá uma olhada pra quem tá do lado que já não é mais tão próximo assim. Suspira com os momentos que já passaram, e por vezes lamenta a bagunça que ficou. Seja a amizade que se foi mal resolvida, o namoro que terminou avesso a tudo ou qualquer outro relacionamento que envolva (re)sentimentos.

A gente se arrepende do abraço que não deu, do eu te amo que ficou na garganta, das brigas bobas que armou por nada, das palavras proferidas com raiva, aquelas que doem mais que pedras. Se arrepende daquele dia que era pra ter ligado e pedir desculpa, mas não ligou e por isso mesmo ficou. Se arrepende, se arrepende mais um pouco, mas sabe muito bem que, às vezes, não se tem como voltar atrás. E que cansativo seria se a vida fosse assim. O aprendizado está justamente em seguir em frente.

Penso que é no mínimo justo não atrapalhar aquele caminho que você já obstruiu uma vez, ou até mesmo voltar atrás em algo que já não faz mais sentido pra si mesmo. Há um certo altruísmo em ver alguém seguir em frente sem atrapalhar, e mesmo de longe se sentir feliz pela vitória alheia. É ver no recomeço do outro uma oportunidade de seguir adiante também, é ver “que tudo ficou bem”. É deixar passar por você sem tocar, mesmo que nesse momento você perceba o quanto perdeu, mas também o quanto aprendeu.

Pega-se outra estrada, já não mais com o coração pesado… Pois a certeza que a gente pode e deve se arrepender daquilo que fez ou deixou de fazer, é a mesma certeza que nos conduz a outros momentos onde já não mais devemos errar. O que vai é lição. O que fica é aprendizado. C’sta lá vie!

 

Lya Coutinho

Anúncios

One thought on “Recomeçar é preciso, e admitir os erros também.

  1. Amei o post, de verdade ❤ E realmente, todo mundo se arrepende de algo que fez ou deixou de fazer, mas arrependimento não muda nada, não faz voltar no tempo nem mudar o que aconteceu (ou não aconteceu), então é melhor deixar pra lá mesmo. Quando alguém fala que nunca se arrependeu de nada pode saber que é mentira hahaha

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s