Menina má

proxy

Me perdoa? Me perdoa por ser má menina?

Me perdoa por brincar com teu coração

Por te fazer se sentir assim

Por este aperto no coração?

 

Me perdoa as lágrimas nos olhos, a vontade de desistir

Me perdoa por ser assim…

É que eu nem aprendi a gostar de mim

 

Me perdoa por falsas esperanças

Olhares, sorrisos…

Pelos trejeitos?

 

Me perdoa por toda essa confusão!

Enquanto digo “não”, parece que tudo o que faço diz “sim”

 

Me perdoa o brilho nos olhos

Me perdoa por te tocar, por deixar-te me tocar

Me perdoa por me enganar, por te iludir

Por demonstrar que te queria, aqui

Me perdoa por te fazer desejar, te fazer querer…

Por ter dito com o olhar, que eu gostava tanto de você

 

Vai, me perdoa

 

Perdoa essa dívida com teu coração

Me perdoa por ter dito não

 

Me perdoa por não me entregar

E mesmo assim alimentar

 

Me perdoa por ter desejado te conhecer

Porque um dia eu quis saber

 

Me perdoa por ter dito “Oi”

 

Me perdoa por ter feito você conversar

Por te fazer achar que um dia poderia me beijar

 

Me perdoa por te ouvir, por te admirar

 

Me perdoa por te querer bem

 

Me perdoa por toda essa intromissão na tua vida

Por essa tempestade tão inesperada

 

Me perdoa porque deixei que segurasse minha mão por um segundo, naquele abraço, naquele carinho, naquela loucura

 

Me perdoa pela insegurança

Por te provocar essa falta de confiança

Me perdoa por ser essa armadilha

Por te deixar em pilhas

Me perdoa a vida

Me perdoa por ser essa menina, Má.

 

 

-Machado

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s