Queria me enjoar de você

02

Há anos nada me preenchia. Era vazia, boneco de neve frio e apático. Abri os olhos vi aqueles cabelos compridos. Bateu. Sempre a procura de algo novo que preenchesse achei que esse momento nunca ia chegar. Enfim, meu coração foi preenchido, estava quente novamente e a neve derreteu.

Do beijo nas minhas mãos, do toque tímido e envergonhado, sorriso com sorriso, beijo e saliva. Filme no escuro, e pele que nunca havia sentido, lisa e cheirosa. Aqueles cabelos tão compridos e de um castanho tão bonito, envolviam os meus dedos que iam dançando pelos seus cachos, Sua voz grossa que cantava os Beatles e me beijava, nuca, rosto e lábios. Fazíamos uma dança perfeita onde entre um sorriso e outro haviam abraços e sempre aquele medo e frio na barriga. Tínhamos medo de gostar, sem saber que já estávamos gostando.

Envolvidos em juras, gargalhadas e carinhos, nós só queríamos continuar na nossa solidão constante e acalentadora, Dançando com o “eu sozinho” e fazendo do nosso caminho mais certeiro e menos perigoso para o coração. Queríamos, queríamos, só não conseguimos…

Os dias com pensamentos em cálculos e textos já tinham passado. Agora só pensamos em nós e nosso inteiro. O inteiro que agora era um do outro.

“Queria me enjoar de você.”

Carol Viana, publicado em: https://naquelefazdeconta.wordpress.com

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s