Vá, mas, por favor, leve tudo com você

21

Quer ir, vá. Mas vá de vez, não como quem dá uma volta e resolve voltar para ver se esta tudo bem. Vá e não deixe rastros, leve todas as memórias, todos os abraços, todos os sorrisos, roube você de mim, inteiro, todinho. Vá, não fique empacando o caminho, você sabe tem muita estrada pela frente, muita pedra, muito espinho, muita flor. Vá sem dó, sem medo ou dúvida. Mas vá e não volte. Não canse de navegar em outras águas achando que vou ser seu cais de paz. Por que pior que partir, é partir aos poucos, fazendo novas lembranças a cada chegada, fazendo novas esperanças, e novas desilusões. Vá, mas vá de vez, e não me deixe nenhum presente de grego, nunca aprendi a lidar com os restos de quem não sabe permanecer. Vá e esqueça todo o “e se?”, vá como quem vai para sempre, como quem esquece o caminho, como quem se perde na vida, vá e nunca se lembre que o que faltar em você, sou eu.

Karoline Amorim, publicado em http://catarsese.wordpress.com/

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s