Amor de cartão postal

tumblr_lk9ripCHwr1qepdg6o1_500_large

Quando a gente deixa alguém pra trás, começa-se a rotular os sentimentos, um por um, pra colocar cada gosto amargo no seu devido frasco, e cada gostinho doce esparramado em tigelas, pra gente comer de colher, como se não fosse acabar nunca; querendo muito que não acabe nunca. Penso então que a gente quase sempre dá nome às coisas para perder o medo delas. Não sei se conseguimos. Mas o amor verdadeiro, se é que existe, entre homens ou mulheres, onde fica…? Numa gaveta fechada – tive vontade de dizer. Nas costas de um cartão postal, sob a Torre Eiffel, papéis coloridos picados, efeito de foto do instagram.

Desisti de achar que a pessoa certa vai achar o livro velho de páginas amareladas que perdi nas escadarias. Não sinto mais impulsos amorosos. Posso sentir impulsos afetivos, ou eróticos — mas amorosos, sinceramente, há muito tempo não. É estranho, e não me parece falso, mas ao contrário: normal. Era assim que deveria ter sido desde sempre. E não se trata de evitar a dor, é que esse tipo de dor é inútil, é burra, é apego à matéria.

Pior do que o medo do desaparecimento do outro, é viver sob a constante ameaça do próprio desaparecimento. Me proíbo de submergir para nunca mais voltar. Me proíbo.

‘Amar é fazer um pacto contra o tempo’.

Rodrigo Lima Romano

Anúncios

One thought on “Amor de cartão postal

  1. Amar é sentir falta da pessoa quando ela está no cômodo vizinho.
    É sentir raiva dela mas não conseguir prolongar esse sentimento por muito tempo.
    É acordar sentindo saudade e dormir querendo mais tempo, mesmo que ela esteja ao seu lado nesses dois momentos.
    Amar é poder ser verdadeiro… é poder contar tudo sem medo.
    Amar é não precisar se esconder atrás de você mesmo.
    É não precisar falar nada muito poético pra impressionar…
    É ter medo de desapontar e de não ser capaz fazer a pessoa feliz.
    Amar é o sentimento mais bonito que existe… deixa a gente completo… sem espaços vazios.
    Amar é ter sempre a certeza de tudo.
    É se sentir forte a toda hora.
    É imaginar que você pode tudo contra todos!
    O grande problema é que essa palavra se tornou moda… todo mundo diz que ama…
    O amor não faz sofrer, e ele é sempre correspondido.
    Se ama e não é amado… não é amor… é paixão ou qualquer outra coisa do gênero.
    O amor é puro, e para toda panela existe uma tampa que se encaixa perfeitamente.
    Desistir de encontrar o amor é o mesmo que desistir de viver.
    A vida perde o sentido.
    As cores desaparecem.
    Olhar a natureza não tem mais graça.
    O mundo fica sem porquê.
    Para que sorrir? Será falso!
    “Amar é quando não dá mais pra disfarçar, tudo muda de valor, tudo faz lembrar você!”
    Exatamente isso… “tudo faz lembrar você!”
    Existe coisa mais gostosa do que pensar em alguém a todo segundo e ter a plena certeza de que ela também está pensando em você?
    E sentir aquele abraço gigante no fim do dia quando você precisou dele o dia todo?
    Amar é tudo… e é apenas uma vez na vida… porque o amor não morre… ele apenas adormece para voltar com força maior logo logo.

    Amo você!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s