Te tenho

13

Te tenho nas mãos, nos pés, no riso. Te tenho nos braços, às vezes no amasso, outras no grito. Te tenho e te deixo escapar em uma fração de segundo, às vezes por medo, outras por falta de humor. Não sei nada do mundo, moço, sei só que quando te falta, falta tudo. E quando você chega nada sobra, sentimentos são consumidos como fogo, em uma rapidez relutante e tudo que me sobra é o receio de chegar alguns centímetros mais perto.

Não to reclamando, moço, nem sugerindo que fique longe, mas talvez um pouco mais perto seja melhor. O aconchego dos lábios de alguém que finalmente lhe queira bem, como ninguém um dia quis. Se dê um tempo por aqui, moço, talvez eu tenha mais que algumas músicas novas pra te fazer ficar.

Natália Brandão
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s