Epitáfio

broken-heart-hd-wallpaper-for-facebook-4

Ela disse que não sabia se ficava; se ia.
Caralho.
A trilha, toda ela, foi pra ela.
Os caminhos – todos eles – foram pra ela.

Agora nem uma vela consigo acender.
Pra deixar em paz a morte do que tinha aqui dentro.
A flor murcha que me tornei desde aquele dia.

Uma tarde presenciei ela gritar:…
‘Não me liga. Não me procura.’
Ela não queria nada que viesse de mim.
E, sem saber, a cura pro meu quadro era só um ‘sim’.
Só saber que haveria um beijo.
Que eu a veria cortando queijo com goiabada.
Ficando pelada.
Mudando o mundo com aquele coração bom.
Colocando um som e e oferecendo a cintura pra que eu conduzisse os passos.
Me oferecendo abraços e a taça pra que eu despejasse vinho, então, desaguasse amor.
Ainda mais amor.

Ontem, de novo, ela disse que não sabia se ficava ou se ia.
E nesse meio tempo alguém cruzou a linha e me salvou.
Preparei uma bebida pra aprender a dizer: por favor, fica.

Não perco mais ninguém por orgulho.
Aqui não há dessas vaidades.

Acabei com ela em mim fazendo meu eu sumir.
Não minto: meu eu sorrir.

Fui meu crime passional e me sinto bem aqui: há velas acesas, flores maravilhosas.
E, dessa vez, ela ficou.

Fábio Chap

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s