Peter e Wendy

14

Estranho seria se eu não me apaixonasse por você depois daquele beijo, e daquele olhar, e daquele sorriso que ainda não sei se começou nos meus lábios ou nos seus, mas que nenhum dos dois consegue apagar do rosto. Estranho seria se eu acordasse sem pensar em você, se eu dormisse sem sonhar com você, se eu passasse o dia inteiro sem imaginar sua respiração no meu ouvido. Estranho seria se quando a gente conversasse, eu não pensasse em te beijar e não parar mais de beijar, até que fossemos obrigados por pura fadiga muscular. Estranho seria se eu conseguisse racionar, analisar, e perceber que a palavra perigo aparece escrita na sua testa, tatuada no seu peito, e deslizando pela sua língua a cada vez que nos encontramos. Estranho seria se eu pudesse ignorar todos os sinais, toda a experiência, todas as certezas, e me abrisse mesmo assim, te convidando pra morar comigo pra sempre na Terra do Nunca. Estranho seria se isso acontecesse e você nem percebesse, porque tudo durou apenas alguns segundos, só o tempo necessário para você se abaixar e amarrar os cadarços do seu all star azul.

Carina Destempero

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s