Carta de amor

05

Isso aqui seria uma carta de amor. Na verdade, não uma típica carta de amor, daquelas perfumadas ou coisa assim. Até porque você sabe – ou sabia – que sou péssimo em cartas de amor. Sempre que tentava te escrever algo, rabiscava tudo em seguida, desenhava um coração torto e dizia que te amava. Você entedia os meus rabiscos. Mas nisto aqui, que começou como uma carta, agora virou uma lista de coisas tuas que achei aqui pelo apartamento e resolvi te avisar.

Você se esqueceu delas e de mim, então quis te lembrar do casaco cinza que era meu e você roubou para ti. É teu, lembra? Eu te dei oficialmente depois da décima terceira vez que você pegou na minha gaveta e o misturou com tuas bagunças. Eu falei: “Tá bom, é teu agora” sem nem pedir nada em troca. Você riu e ficou tudo acertado. Você e tua péssima mania de ir embora e deixar tudo pra trás.

Hugo Rodrigues

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s