Que seja agora

06
Não se incomode em avisar ao ir embora
Se fostes, foi porque assim o quis.
Não crie, onde não queira, uma raiz.
Não somos mais só flores como outrora.
 
Por mais que sejamos tão pacientes
Por mais que todo nosso âmago queira
Tem coisas que não voltam da beira
Tampouco as coisas duram para sempre.
 
Tuas malas te aguardam na soleira
Não espere eu conduzir-te.
Passou-se os tempos de aurora
 
E vá, que eu não tenho a noite inteira.
Eu tenho uma vida a sorrir-me.
Se for pra ser, que seja agora.
 
Sara Jones – escreve para: http://amentesente.blogspot.com.br
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s