Delicado

09

Olha só, moço, faça o favor de desfazer as malas. Venha fazer descanso no meu peito, que sol nasce na minha janela de dia quando a gente acorda bem. Venha se balançar nos meus braços como numa rede na varanda, porque a brisa pede que seja suave, o jeito que a gente carrega o outro. Venha se deitar ao meu lado porque quando a gente consegue ver estrela no céu temos mais um bom motivo pra fazer amor. O que restou aqui, quando você saiu pela porta, foi o saber “se ouvir” que você me ensinou. O teu não jeito com as palavras, a tua ausência de explicações, me fez ficar em silêncio também. E o que escutei, quando eu não fazia mais barulho, era que todo o sossego que eu sentia contigo não pertencia ao que tínhamos, mas sim ao que você trazia quando sorria pela manhã.

Larissa Bottas

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s