Ele me achou

11

E eu acordei depois de 1h e 54 min de filme com você no meu colo, dormindo também. Eu tive tanta saudade de ter um cabelo pra fazer cafuné no meio do filme, senti tanta saudade de acordar e ver que tinha alguém ali pra eu ficar admirando. E você chegou, como quem não quer nada, e se esparramou pela minha vida. Agora eu nem lembro mais daquele outro amor que ocupou tanto a vida, o cérebro e o coração. Viu só o que você fez? Me arrumou pra eu deixar de ser bagunça, me reformou pra eu deixar de ser passagem e virar porto seguro.

Você fez a vida voltar a ser bonita, fez o meu carro voltar a escutar músicas mais felizes, fez o azul do céu ficar mais bonito. Você deu graça pra menininha desengonçada andando de bicicleta no Lago no fim da tarde enquanto a gente caminha. Você fez o pôr do sol ser mais bonito, também fez o nascer do sol ter menos sono e mais paz no coração. Você fez a cama de solteiro ser o melhor lugar do mundo pra duas pessoas. Você transformou todos os filmes e seriados em programação melhor que qualquer balada da cidade. Fez eu trocar copos de vodka e cerveja por comida japonesa, pizza e lanche gostoso da maionese verde. Você deixou eu ser quem eu sou, sem precisar me esforçar pra te conquistar ou chamar sua atenção. Você me amou primeiro e eu não sofri pra ter seu amor. Você me valorizou e me ensinou a te amar pedacinho por pedacinho. Depois de você, eu larguei o corpo no meio da corrida frenética pro amor. Acho que finalmente esse tal de amor me encontrou.

E eu ainda tô aqui, no seu melhor sofá do mundo, escrevendo no celular enquanto você fica nervosinho porque não tiro ‘essa coisa’ da mão. Mal sabe que o que eu mais gosto, é de ter as suas mãos nas minhas mãos. Mal sabe que o que eu amo mesmo é ter você do lado, sentindo como se nada pudesse acabar com toda essa felicidade. Então, que você saiba, eu só queria agradecer por você ter entrado na minha vida justo quando eu deixei de acreditar no amor. Obrigada por fazer com que eu voltasse a acreditar nessa coisa tão difícil. Obrigada por não ser igual aos outros, obrigada por me ensinar a cada dia o que é um relacionamento. Que estejamos juntos, mesmo quando o mundo falar e fizer de tudo pra não estarmos. “TAMC”, sempre!

Nathalia Fabrini

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s