Estalos

tumblr_lxbyl3MBOr1qmw5mgo1_500

Desculpe se eu esqueci que você ainda é um menino.

Desculpe se eu coloquei em você o fardo cansado do homem, acorrentando você às responsabilidades, à pressão do relógio, ao girar veloz do mundo bem debaixo dos seus pés; e achei que você estava completamente pronto para carregá-lo sozinho, sem ninguém, sem mim.

Sabe, você e eu, nós temos o mesmo “porém”: querer crescer, amadurecer a todo custo e consequência. A culpa não é nossa, você também não quis que o mundo acelerasse e deixasse todos nós ainda de olhos deslumbrados para trás, cristalizando o mel da sua voz e roubando sem piedade a ternura dos seus olhos.

Eu sei – e de novo errei ao imaginar que você soubesse também – que não há justiça com aqueles que não podem ser soltos ao vão, levantar-se e aprender para acompanhar todos que já tiveram que aprender também, mas se esqueceram do quão difícil é subir uma escada íngreme sem corrimão.

Desculpe se achei que você pudesse preencher as minhas lacunas e reparar as minhas feridas. Como eu disse, são minhas, não são suas. Perdão. Mais uma vez eu achei que você era tão maior que eu que teria todas as respostas que eu não consigo por incompetência ou falta de experiência encontrar. Como pode um menino cuidar de outra menina?! Deveria poder, tem que poder.

Eu nunca vou te chamar de menino. E ferir esse seu orgulho de criança de que já é homem?Jamais, isso é tão engraçado olhando assim (assim como se olha um menino).

Eu sempre tive olhos de menina quando o assunto era você. Você era, se é que isto é possível, o inalcançável bem no meio das minhas mãos. E ao tentar chegar o mais perto de tudo que eu gostei em você eu quis amadurecer, e consegui em partes. Em partes porque todos aqueles que não buscaram pelo amadurecimento não me reconheceram mais, não viram mais o meu brilho de menina. Mas, oh, você sabe que eu ainda tenho esse briho, não sabe? Sabe que eu ainda olho o mundo com os olhos coloridos, olhos que eu não encontro mais em você. Olhos de homem em uma mente de menino.

Eu só espero que eu, mesmo assim menina tentando ser sólida (a mesma rigidez que eu vejo você) possa acolher você, possa te mostrar que nem tudo são espinhos, pedras, cinzas. Espero que eu possa acompanhar você amadurecer e ainda estar nos teus sorrisos de homem, que tenho certeza que serão muito mais bonitos do que os sorrisos de agora.

“Beijo, cuide-se (porque eu não posso cuidar de você a todo tempo)”

 

Marina Oliveira

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s