Nem tudo é o que parece

Você acorda e pensa em como seria bom passar todos os sábados de manhã ao lado daquele gato. Seus corpos se reconhecem e se encaixam. Ele gosta do seu suspiro, dos seus seios. Você almoça e pensa em como seria bacana almoçar mais vezes regados a chamegos e vinho branco. Ele gosta do seu tempero, dos seus amigos. Ele gargalha e você pensa em como foi agraciada pela vida por ter alguém como ele por perto. Ele deixa um bilhete tosco e você pensa em, talvez, propor o repeteco hoje à noite.  Ele compra os ingressos para o show e você pensa que poderia passar o resto dos seus dias com aquela pessoa.  Você não responde as paqueras que pipocam no Facebook e pensa que, talvez, vocês estejam namorando, mas, diferente de outras vezes, isso não te incomoda. Afinal, é ele. Você liga, ele não atende.  Você escreve, ele não responde. Você pergunta, só pra entender, e ele sugere que você saia com outras pessoas.  Você desmonta. Ele desaparece.

Lia Bock

Anúncios

One thought on “Nem tudo é o que parece

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s