De quanto tempo você precisa para ficar comigo

Eu não gosto do senso comum, nem da opinião das pessoas, nem das mensagens complicadas sobre sentimentos, nem de vodka ou da Ivete Sangalo, quanto mais ficar sem você. Mas, a gente se adapta, eu acho. No fundo, às vezes eu rio depois de chorar – coisa impensável naqueles tempos teus… meus, nossos, ah… a gente sempre mistura tudo mesmo. Acho que no fundo estou mais bem acomodado no olho do furacão. Aquilo que você quer saber não mudou. Mas acho que finalmente entendi que aglumas coisas não são certas ou erradas, não fazem bem ou mal: gostar de você não é um defeito, é só uma referência, let it be.

Não foi uma menina atraente que fez isso comigo, ou um beijo despretensioso numa boca aberta que me deixou mais assim pra vida. Admito que as pessoas têm lá seus talentos pra convencer a gente, seduzir e encantar. E gosto disso. Que existam pessoas dispostas a ser transformadas e transformarem a gente de algum jeito. Com você eu sei que não foi bem assim, mas comigo alguma coisa aconteceu e me subverteu numa ordem encantadora de ser eu mesmo ou isso que chamo de eu mesmo na frente do espelho sem peso nenhum nas costas por te carregar e reinventar dentro de mim.

Outras coisas continuam no mesmo lugar. Não pago por sexo, não fumo menos, não acompanho futebol, não dirijo e não finjo que não te amo mais pra mostrar que te amo. Te ligo e mando beijo rindo. E sei que você ri de volta. Aí dá vontade de ligar de novo e ficar nessa bobagem de render contigo até sentir aquele inconsciente de ter saudade estando perto e ver como o tempo voa e para nesse clichê gasto de tanto gostar.

Eu queria mesmo que um dia você chegasse devagarzinho, me abraçasse de frente e dissesse no canto do meu ouvido: senti sua falta. Ou que você acendesse um isqueiro e fosse me ameaçando com um galão de gasolina na frente, pra entrar no meu colo, na minha vida e no meio de todas as minhas coisas à força. Eu sempre esperei demais de você, tá certo. Assim como você cronometrou meu tempo de ter alguma atitude que você nem sabia expressar de forma ideal. E esse é apenas nosso primeiro desencontro: os outros nem dão mais tempo de contar.

Gosto de pessoas simples e momentos doces, talvez por isso tenha aberto um pouco mão de ditar para que lado têm que andar as suas complicações e insatisfações. Não quero que segure a minha mão ou se case comigo, nem que diga coisas fortes para preencher nosso protocolo de se gostar absurdamente em determinada semana do mês: quero só o que for de verdade. E pode ser nada demais: se for só meu.

Outro dia você tava com cara de bem dormida. Num sentimento de querer dar certo, numa felicidade de glacê cênica. Pronta pra se foder de novo por um novo amor, se for preciso. Acho bonito. Você, tão sexo frágil e salto alto, convencendo de mulher bem vivida no meio da irresolução das coisas. Acho que você age mais ou menos assim quando quer esconder tristeza ou um descontentamento: cantando um pedido de socorro desesperado com alegria.

Talvez seja uma forma de dizer: eu sofri muito rindo na foto e você não viu. As pessoas sofrem tentando ser felizes. Querendo ou não. “Don’t you know it’s gonna be, all right”, deixe ser, é o jeito. No fundo você concorda. Que tá fazendo? Vendo novela, fofocando, misturando um macarrão com palmito e champignon, escrevendo uma mensagem pro seu namorado… Acho que a gente sempre se engana nas coisas, sentimentos, informações e atitudes. Não acredito que isso faça diferença depois, assim como não acredito na profecia de no-final-das-contas.

Eu sempre me perguntei por que raios a gente tinha que ir embora. Depois, pra voltar, é muito pior. Você sabe. Mas sabe também que pessoas indiferentes causam dores indiferentes – estereótipo que a gente nunca foi. Então, tudo o que a gente sofreu, se cansou, desgastou e perdeu, foi por um bom motivo. Disso eu sei, nós dois sempre seremos um ótimo motivo para tudo dar certo, mesmo que tenha dado errado.

 Lucas Simões

Anúncios

2 thoughts on “De quanto tempo você precisa para ficar comigo

  1. “…nós dois sempre seremos um ótimo motivo para tudo dar certo, mesmo que tenha dado errado.” 😦 🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s