O fim da história.

Aí você vem e traz aquele sorriso. É como paz que acalma o coração. Depois some e me deixa com saudades. Porra de caminhos opostos!

Foi assim que começou a história dos dois. Ou seria o fim?

Haviam se acostumado tanto com a ausência, que mal perceberam que a saudade era o vínculo que tinham. Apenas saudades. Sem relacionamento.

De alguma forma, sabiam que aquele calorzinho que dá por dentro quando se encontravam, só de dava no encontro. E depois tudo era vazio.

Não queriam mais que aquele abraço. Ou o encaixe que não precisava de força, apenas proximidade. Mas era a ausência que fazia mais pelos dois.

Cada um com sua vida. E uma infinidade de reencontros. Encontros.

As palavras eram velhas conhecidas. E quase ausentes.

Amar era aquilo que demoraram a descobrir que sentiam. E antes mesmo que começassem, era o fim da história.

Laira Custódio

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s